Blog

Construção e reforma  

Conheça os principais tipos e usos do drywall

05 de Junho de 2023

Saiba porque existem diferentes tipos de placa de drywall e aprenda a escolher a melhor para seu projeto!

Extremamente prático e versátil, o sistema de construção conhecido como drywall é considerado uma das soluções mais eficientes na indústria da construção civil. Isso se deve à sua combinação de excelentes características físicas e econômicas, além de contar com componentes recicláveis e não tóxicos.

Embora seja utilizado no Brasil há mais de 20 anos, o drywall é frequentemente associado apenas à construção de paredes em ambientes internos. No entanto, é importante destacar que suas aplicações vão muito além disso!

Caso não esteja familiarizado com o sistema drywall, vale a pena esclarecer alguns mitos e verdades a respeito do que ele realmente é e como funciona.

Forro em drywall

O drywall pode ser utilizado como forro, desempenhando a função de “teto”.

Essa é uma solução excelente para obras em que é necessário ocultar fiação elétrica, equipamentos e tubulações que passam pelo ambiente.

Uma grande vantagem do forro em drywall é a possibilidade de acesso para manutenção das instalações através de um alçapão no forro, uma espécie de tampa removível.

Além disso, caso seja necessário remover algum trecho do forro, ele pode ser facilmente reparado e restaurado à sua condição original, sem deixar marcas visíveis.

O forro em drywall também é altamente recomendado quando se deseja rebaixar um pé-direito muito alto. Ele pode ser utilizado em todos os tipos de ambientes, inclusive banheiros e cozinhas, sendo a solução perfeita para quem busca rapidez, economia e resultados de qualidade.

Para isolamento acústico

Muitas pessoas desconhecem, que um sistema drywall possui propriedades acústicas diferenciadas. Quando é necessário um isolamento adicional, existem placas especiais com função de isolamento acústico, sendo uma excelente alternativa para ambientes que requerem silêncio e bom desempenho acústico, como auditórios, estúdios, salas de aula, bibliotecas, escritórios, salas de reunião e outros.

Em comparação com outros materiais acústicos, o drywall apresenta uma excelente relação custo-benefício, e essa aplicação tem ganhado cada vez mais espaço em projetos.

Uma chapa específica para cada ambiente

Banheiros, cozinhas e lavanderias: esses são ambientes muito suscetíveis à umidade em uma edificação. Por isso, necessitam de uma atenção especial no momento da especificação, afinal, é necessário definir produtos resistentes à umidade para que entreguem a eficiência necessária ao sistema e mantenham a integridade dos ambientes ao longo do tempo de uso.

Com as chapas próprias para esse tipo de local – as chapas RU, que significa resistentes à umidade – os problemas de mofo e de perda de resistência dos sistemas de paredes e forros simplesmente desaparecem.

Já para os ambientes mais suscetíveis à incidência de fogo e que, segundo a ABNT e as Normas do Corpo de Bombeiros, necessitam de um desempenho a mais para proteger contra incêndios, pode-se especificar os sistemas compostos pelas chapas RF – resistentes ao fogo. Elas garantem a proteção contra incêndios, protegendo assim o patrimônio e todas as pessoas que moram no local.

Para prevenção de incêndio e isolamento de radioatividade

Apesar de erroneamente conhecido como um material frágil, o drywall pode ser utilizado para impedir o alastramento do fogo (sendo bastante recomendado para saídas de emergência ou em áreas de grande risco de incêndio, já que é capaz de “segurar” o fogo por até 90 minutos) e até mesmo para isolamento radioativo (em clínicas, salas de radiografia e exames, laboratórios, etc.).

Nas duas situações é necessário utilizar tipos especiais de drywall, no primeiro caso o drywall rosa, e no segundo, as chapas Safeboard, capazes de garantir a blindagem radiológica. A grande vantagem, além da praticidade de instalação desses materiais, é o valor relativamente baixo se comparado à outras técnicas de isolamento.

Além do isolamento acústico e a proteção ao fogo, há outros tipos de drywall com características próprias.

Chapas Drywall RF

Chapas Drywall RU

Chapa Acústica

Chapa Safeboard

Em áreas molhadas

Ao contrário do que muitos pensam, o drywall pode sim ser utilizado em “áreas molhadas”. Ou seja, locais de grande umidade e/ou expostos à água, sendo uma ótima alternativa para cozinhas, banheiros, e áreas de serviço.

Para tanto, é necessário utilizar o drywall verde, placa de drywall feita com aditivo hidrofugante, desenvolvida especificamente para esse tipo de situação.

O aditivo aumenta a resistência das placas ao contato com a umidade. Ainda que o drywall utilizado seja a placa verde, deve-se impermeabilizar a parte inferior das paredes (pelo menos uma até uma altura de 30cm do piso) para proteger contra a absorção excessiva da umidade.

Como revestimento de parede

Em casos em que for necessário cobrir paredes antigas para nivelar a superfície (para possibilitar a colocação de um papel de parede, por exemplo), as placas de drywall poderão ser utilizadas como revestimento.

A grande vantagem, além do baixo custo, é que essas placas podem inclusive receber outros revestimentos, como azulejos, cerâmicas, pastilhas, texturas e outros.

Nesse caso, o assentamento deve ser executado com massa específica para garantir a aderência do produto. Materiais muito pesados necessitam de reforços de cargas para distribuir uniformemente as cargas no montantes metálicos.

O drywall também pode ser utilizado como revestimento simplesmente com pintura, conferindo com um resultado de ótimo acabamento.

Chapas Drywall ST

Massa Knauf Readyfix

Massa Holdflex 

Impermeabilizante

Conte com um fornecedor de materiais comprometido, que entrega no prazo, oferece produtos de qualidade e o melhor preço do mercado.
Entre em contato com a nossa equipe e comprove! Nós GARANTIMOS a entrega no dia e hora que você precisar!

plugins premium WordPress
Falar no Whatsapp
Precisa de ajuda?
NOVA BRASCAMP
Precisa de ajuda?
Mande um Zap para nossa equipe de vendas!